Mundo Missionário

8 ORIENTAÇÕES PARA QUEM DESEJA FAZER MISSÕES DE CURTO PRAZO.


Fazer Missões de Curto Prazo é um assunto novo, onde poucas pessoas têm dedicado a escrever sobre o tema, por tal motivo, achamos importante oferecer algumas orientações ao respeito. Ao se aproximar ao período de férias, onde surgem os convites, as propostas e as vontades de fazer Missão de Curto Prazo.

Missão de Curto Prazo, consiste em viajar para algum Campo Missionário, de ferias ou não, dentro de um pequeno tempo de 15 a 30 dias a fim de ajudar a igreja nascente ou até mesma que a já esteja estabelecia, a fim de prestar serviço, assistência e reforço a igreja existente.

É muito importante para os Missionários receberem visitas de irmãos e irmãs de suas Igrejas nativas ou de qualquer outra procedência cristã. Elas serão bem vindas, sempre quando o propósito da visita seja ajudar a Missão ainda que seja em Curto Prazo.

Como todas as igrejas nascentes nas Missões, podem estar cercada de escassos recursos, em bairros pobres, é de vital importância alertar estas 8 orientações aos visitantes.

Precisam ir preparados para enfrentar várias realidades totalmente diferentes do país de origem. Ninguém em missão tão rápida, como numa temporada de férias,  terão as mesmas das comodidades de uma casa particular, da uma cidade grande  e da uma igreja ampla.

  1. PREPAREM-SE PARA AS INCOMODIDADES

Nos países em desenvolvimento, é comum não encontrarmos certos avances e certas estabilidades, podendo haver precariedades em torno desta aventura de amor.

Mesmo tendo consciência que poderão se deparar com a precariedade, ela não poderá ser um motivo algum, para desistirem de conhecer uma nova cultura, uma nova igreja e uma nova realidade.

Pessoas que querem fazer Missões de Curto Prazo encontrarão desde a chegada naqueles países muita coisas estranhas e diversas em questões de atrasos: duchas frias, insetos venenosos, falta de luz, sanitários precários e transito louco entre outras.

  1. PREPAREM-SE PARA OS ALIMENTOS ESTRANHOS

Na questão alimentícia ela poderá ser bem diferente na forma de preparar, na forma de servir e na forma de temperar. Os temperos podem ser fortes e difíceis de aceitar inicialmente.

Países latinos são hábitos culturais vir da cozinha o prato preparado, não tendo opções de escolher o que vai comer, nem mesmo a quantidade que colocará no prato. Por geral a gastronomia local  poderá ser de apenas um prato, um só tipo de comida e com uma quantidade exagerada ou resumida de alimentos. O prato poderá vir apenas arroz, ou apenas batatas ou apenas uma sopa. A salada poderá ter nenhuma variedade.

A culinária fora do Brasil ainda é muito forte aquele sistema “à la carte” aonde a comida vem à mesa, logo depois de ser escolhida e preparada. É nesta hora que a paciência precisa esperar. Tudo o que oferece o restaurante está oferecido na lista de pratos. Nada de bufê preparado de antemão com abundância e variedade de alimentos.

Como não há grande fluxo de consumidores, não seria lógico ter comida a vontade esperando, mas sim, ser preparar a medida que chegam as pessoas para se alimentar.

  1. PREPAREM-SE PARA NÃO COMETER NENHUMA QUEIXA

O conselho prudente é não deixar sair da boca do missionário visitante nenhuma queixa, nenhuma reclamação e nenhuma crítica a respeito do novo, do diferente ou do difícil.

Procurem encontrar algo positivo em cada situação. Desfrute a beleza da terra hospedeira e dos seus sabores, ainda que sejam diferentes. A beleza pode estar por ali, se não poderem ver no prato, vejam num vaso de flor ou num quadro na parede.

Ao regressar a cidade de origem os missionários de curto prazo devem chegar contando apenas as bênçãos do Senhor e de haverem participado de uma viagem missionária. Eles deveriam sentirem honrados em ser um Missionário por 30 dias.

  1. PREPAREM-SE PARA NÃO PROMETER NADA

Todas as relações entre os visitantes e os visitados não deve estar baseada na promessa, principalmente de dinheiro. Alguns visitantes no passado acabaram prometendo enviar dinheiro ao regressar ao país de origem e esqueceram de enviar alguma ajuda prometida.

Os nativos que sofreram estas decepções, perderam totalmente a confiança naqueles que fizeram este tipo de promessa de ajudar, mas que descuidaram delas.

  1. PREPAREM-SE PARA FAZER ALGO NO IDIOMA DO PAÍS VISITADO

Espanhol e Português podem parecer iguais, mas existem palavras do português que são totalmente diferentes nos países ibero-americanos.

“Logrado” em espanhol tem um sentido positivo. Logrado tem o sentido de haver conseguido algo, já em português “logrado” o sentido é de ter sido enganado, prejudicado, principalmente numa questão de compra, venda ou de receber o troco.

Os visitantes de curto prazo, pelo menos deveriam chegar cumprimentando em espanhol, “Buenos dias” ou “Buenas Noches.” Na hora de fazer alguma leitura bíblica, que esta seja na língua em que estão participando da reunião. Para quem gosta de cantar, seria muito mais apreciado se preparassem canções no idioma da terra a ser visitada.

Outra coisa primordial, todos os participantes deveriam estar preparados para ofertar com a moeda local, pois de nada servirá dizer que só têm reais e colocar reais na oferta, ainda mais se a cifra ofertada é pequena. Não haverá cambio naquele lugar para uma oferta assim.

Troquem os dólares que levaram para a viagem em moeda local para poder contribuir na igreja onde assistir. Isto é uma excelente forma de ajudar, deixar no campo um pouco de doação é ajudar a missão.

  1. PREPAREM-SE PARA NÃO QUERER MORDOMIA OU REGALIA

Existem pessoas tão exigentes com os alimentos, que  só comem certos tipos de comidas, só aquilo  que estão acostumados a comer. Alguns são vegetarianos, mas isso não poderá ser exigido em visita missionária. Outros são apaixonados pelo café ou só tomam café, poderá acontecer que no campo não tenha café, por isso deveriam estar preparados  para tomar chá, muito chá.

Diante de uma comida estranha e diferente, não deveriam falar que estão em dieta, nem em jejum, estas coisas se fazem em território nacional, não em território missional.

Se apenas comem pão integral, ficaria muito feio não desfrutar do pão local, ele pode estar seco, duro ou bem novinho, a cara de alegria deve ser a mesma.

Se apenas dormem em algum colchão firme, ou melhor, ainda em colchões com magnetos, os visitantes devem estar preparados para dormir em redes, colchões moles e com cheiros que não são muito agradáveis de sentir.

  1. PREPAREM-SE PARA SEREM GENEROSOS COM OS NATIVOS

Nem precisa dizer fazendo algumas perguntas tais como: Os irmãos estão precisando de algo do supermercado? Não, melhor que isso é ir ao supermercado e trazer alguns alimentos para a família hospedeira, sem mesmo avisar. A surpresa espontânea poderá mudar a rotina de quem tem poucos recursos em missões.

Ofereçam também ajuda para lavar a louça. Arrumem a cama no quarto em que passarem a noite, pois nesta Missão de Curto Prazo, não deves ficar em hotel, mas com os irmãos da igreja, da comunidade, pois pode que nem hotel haja naquele lugar ou lugarejo.

Em vez de gastarem em hotéis, deixem esse dinheiro de oferta à dona da casa, que por mais simples que seja, fará de tudo para agradar seus hospedes e ela merecerá ser honrada com alguma oferta.

  1. PREPAREM-SE PARA RETRIBUIR AS SAUDAÇÕES

Não faça saudações gerais ou coletivas, acenando com a mão ainda de longe e para todos ao mesmo tempo. Faça bem particular, bem próximo, abraçando e desejando as benções de Deus a cada pessoa do recinto.

Como possivelmente a igreja em visita seja pequena, o abraço, o aperto de mão, o sorriso no rosto deve ser para todos, isso entregará mais alegria à aqueles corações.

Todos merecem uma saudação amigável, qualquer tipo de pessoas, sejam elas pessoas idosas, mal vestidas, com carga dentaria completa o faltando alguns dentes. Estime-os como irmãos em Cristo

Depois de tudo, voltem a sua casa, não prolongando muito a estadia, mesmo que sejam convidados a permanecerem por mais tempo.

De retorno a terra natal, sejam motivadores missionários para que outras pessoas façam o mesmo, doando suas férias, fazendo Missões de Curto Prazo.

Pr. Teófilo Karkle

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Tem alguma Pergunta ou Comentário?

Deixe uma resposta

O livro Viver de Missões está no Black Friday até dia 30 de novembro. Dispensar

%d blogueiros gostam disto: