EXTRATOS DO LIVRO VIVER DE MISSÕES

  • Se meus leitores levarem uma semana ou um mês para ler totalmente Viver de Missões, serão grandemente beneficiados e aprenderão em poucos dias o que eu levei 25 anos para adquirir este conhecimento.Página 23
  • Minha oração a Deus será para que este livro Viver de Missões possa chegar rapidamente nas mãos do maior número possível de missionários, a fim de abrir os seus olhos e desejarem as maiores transparências no quesito missões.
  • Viver de Missões é o mais inédito trabalho que já realizei debaixo desta amada bandeira chamada missão. Página 24
  • Em minhas experiências com missões passei por dezenas de dificuldades, que foram marcadas com lágrimas, com dores e com angústias, mas deixaram bastantes ensinamentos. Hoje posso comentar quais foram às atitudes que tomei para chegar a uma solução nos momentos das saudades, da escassez e da desesperação. Página 25
  • Em missões sofri, lutei, tive medo, cometi erros na escola missionária da vida, mas hoje para a glória e honra de Deus sou professor, estou apto pelo mestre Jesus para estimular encorajando a todos os missionários em perspectiva para a obra. Página 26
  • Viver de Missões é resultado de 25 anos de experiências em missões no Chile. Todos os resultados dão os créditos a Jesus aquele que nunca me deixou só, nem permitiu que meu coração azedasse com tantas vezes que toquei em portas de corações de Pastores e nem uma resposta me deram.
  • Viver de Missões é mais que um livro é um manual missionário, único neste estilo, neste formato. Sua praticidade é fantástica, pois meu estilo de escrever não é para encher folhas, mas sim, brindar conhecimentos. Página 27
  • Minhas pretensões são honestas, quero ganhar um espaço no seu coração e ser seu livro de cabeceira ou estar no melhor lugar da sua biblioteca.
  • Quero ser boca de Deus e ministrar através destes conteúdos injeções de ânimo, força e fé aos amados missionários.
  • Estou pensando também nos Pastores que foram envolvidos pelo Espírito Santo em missões, mas que por circunstâncias da vida perderam o ânimo, a coragem e a vontade de seguir investindo em missões, desejo a eles que sejam renovados com poder dos céus para prosseguirem lendo estes escritos.
  • Estou escrevendo com a intenção que minhas palavras impulsionem a continuação da lida missionária e para aqueles que ainda não se envolveram com missões, que se atrevam a fazer da melhor maneira possível para Jesus. Pastores, meu desejo é animar vocês a darem início às atividades missionárias dentro de suas igrejas ou Ministérios, o mais rápido possível. Página 28
  • Como posso saber se fui chamado? Os missionários poderão descobrir se foram chamados quando pesquisarem informações, possibilidades e necessidades dos campos, se alguma coisa incomodar seu coração, poderá ser ali que Deus quer usar sua vida nas missões. Vontade, Desejo e Ardor em Missões se transformam em Chamada.Página 32
  • Os verdadeiros missionários não se sentirão em paz, enquanto não obedecerem ao seu chamado. Os verdadeiros missionários sentirão satisfação na obediência e alegria ao descobrir o povo a quem irão servir em nome de Jesus. Página 33
  • Você poderá ter nascido com muitos talentos, mas todos precisam passar pelas mãos de Deus para dar aquela polida. Polir e dar aquela graça extra para desenvolver o Ministério. Deus pode querer dos missionários exímios comunicadores, sobressaídos e proeminentes escritores. Mas, sobretudo ele há de querer um excelente ganhador de pessoas para Jesus.
  • Posso afirmar que a chamada missionária nasce, cresce e se desenvolve paulatinamente dentro de um coração sensível à voz do Espírito Santo de Deus, assim como deveria crescer a maturidade emocional, física e espiritual de cada pessoa chamada por Deus para as missões.Página 42
  • Minha vida de Viver de Missões na prática, na raça e na coragem, começou a partir dos quatro meses no Chile e se prolongou por 15 anos, sim, 15 anos sem sustento, 15 anos sem salário, 15 anos sem apoio direto da igreja que me enviou. O mais incrível é que nenhuma outra igreja me descobriu por ali, estava na guerra e não foram ver-me. Passei necessidade e não me deram de comer. Tive frio e não me enviaram abrigo. Página 60
  • A igreja é o único exército que abandona seus soldados feridos. A igreja é a única que envia soldados e eles mesmos arcam com as suas custas.Página 69
  • Nenhum missionário diante do abandono poderá desistir de ser aquilo que Deus chamou, pois Deus não o abandonará jamais.Página 70
  • Estou preocupado como o espírito de voluntariedade das igrejas, no que tange as ofertas missionárias, pois em alguns lugares a voluntariedade está ausente, frágil e a alegria de contribuir espontaneamente está longe de ser real. Pode até estar na boca, mas está longe do coração. Aqueles que têm a obrigação de administrar certa quantidade de ofertas missionárias todos os meses estão apelando, falando insistentemente até chegar a ser gravoso aos irmãos, para que não se esqueçam das suas obrigações.
  • As exigências ofuscam a beleza da obra missionária, enfraquecem o amor e constrangem as alegrias de contribuir. Aqueles carnês missionários têm cara de imposto, pois são oferecidos e martelados até as pessoas tomarem. Alguns tomam para livrar da pessoa que está importunando e empurrando, mas não para contribuir. Quando a obra missionária é uma questão de amor, esse será o espírito que envolverá a todos.Página 97
  • Missionários, diante das necessidades causadas pela falta de recursos econômicos e outros recursos, às possibilidades de regressarem aos seus países de origem não será uma boa solução. Muitos daqueles que tomaram estas atitudes de voltarem prematuramente, se arrependeram tão logo que pisaram em solo nacional, mas os que insistiram em continuar com a obra, foram surpreendidos com as mãos poderosas de Deus operando milagres.
  • A falta de recursos financeiros na vida dos missionários é muito comum, poderiam chegar a faltar até mesmo para aqueles que têm salários garantidos, porém os obreiros natos darão um jeito de sobreviverem para estar naquilo que Deus quer, naquilo que sempre sonharam e naquilo que vale a pena permanecer. Página 105
  • Ainda não li um artigo na Internet que diga assim: missionários captam água da chuva para ocupar em sua missão. Será você missionário que vive em partes áridas da terra que irá lançar este artigo inédito, insólito e extraordinário, provando com imagens sua genialidade no campo em missões?Página 111
  • Já escutaram alguma igreja falando que estão “trabalhando no vermelho”, quando são desafiadas a mexer no caixa para ajudar algum missionário? Hoje como ontem a igreja, vem falando de púlpito que estão trabalhando no vermelho e não por causa do sangue de Jesus, mas por causa da má administração.Página 121
  • Deus me fez ver a necessidade de instruir a nova geração de missionários como Viver de Missões e colocar este livro a disposição do mercado Gospel enfatizando o trabalho missionário. Por estas razões, criei 15 coisas que os missionários jamais farão em missão.Página 130
  • São missionários “crus”, (com s, não com z) não dá para perceber que tiveram uma chamada missionária, não entendem nada de serem pescadores de almas, o que importa e prevalece neles é que são “peixinhos”. Página 136
  • Então ocasionalmente repetia em alguma igreja deste imenso Brasil a frase criada por mim. Por descendência sou russo, por residência sou brasileiro, por obediência sou chileno e por inteligência sou do céu. Ao terminar esta frase o povo já estava glorificando a Deus, então eu lançava a pergunta: quantos aqui têm pelo menos duas nacionalidades, a do Brasil e a da pátria celestial? Sempre todos euforicamente emitiam respostas uníssonas, amém.
  • Missões é uma atividade que produz muitas emoções, as histórias missionárias precisam ser contadas em detalhes, com a graça de Deus, com humildade e com muita verdade, sem perder aquele sabor emocional.Página 162
  • As igrejas brasileiras perderam a oportunidade de haver levantado clamores de intercessões e ofertas missionárias para as igrejas que ali perderam tudo. Num terremoto assim sempre haverá perdas humanas, perdas materiais e perda das forças, das esperanças e das motivações.Página 171
  • Todas as pessoas têm três personagens dentro delas: um escritor, um médico e uma criança. Todos os missionários precisam despertar o escritor, o médico e a criança que está dentro deles. Como escritor eles deverão ter o capricho de escrever seus esboços, seus artigos, suas histórias com alegria. Como médicos, terão seus momentos para receitar tratamentos que fazem bem, elaborar seus chás, curar seus enfermos. Como crianças viverão alegres em cada conquista, serão brincalhões, e em cada projeto realizarão com alegria.Página 185
  • Alguns missionários me davam muita pena, outros me davam muita vergonha. Uns traziam muitas coisas, outros não traziam nada. Uns dominavam o espanhol, outros só arranhavam. Uns eram jactanciosos e contavam com orgulho gabando-se do tamanho da sua renúncia, do tamanho da sua igreja e outros não renunciavam nada. Uns gozavam de cartão de crédito em conjunto com o Pastor Presidente, outros nem dinheiro traziam. Uns traziam malas outros traziam sacos. Uns chegavam de avião outros de carona. Página 201
  • Essa precaução poderia inibir acontecer as mais lindas histórias de Viver de Missões, de coragem, de amor e do primeiro impacto da chegada ao campo sem conhecimento prévio. Indo espiar a terra, e depois de tudo garantido a ida destes missionários fica parecido com uma mudança, e não como uma missão. Eu não fiz isso e nem queria ver Chile em postais, mas queria por meus pés lá, para que eles fossem formosos como disse Isaías.Página 222
  • Os missionários que Viver de Missões poderão ficar o maior tempo no campo, até mais tempo do que aqueles que são assalariados, por que os assalariados trabalham com prazos e contratos, e os prazos terminam e os contratos se acabam.Página 225
  • Claro que os missionários permanecerão no país da sua missão, enquanto a nuvem de Deus permanecer sobre eles. Aqueles que muito se mudam de país para missionar, acabam não fazendo muitas coisas permanentes, solidas e duráveis. É bom ficar tranquilo no lugar que Deus colocar e criar raízes, histórias e laços de amizades.Página 226
  • Eu e a minha esposa Missionária Ivone Karkle passamos a nos amar muito mais, pelo fato de Viver de Missões. A presença de um para o outro era muito forte, tínhamos uma total dependência um do outro. Nossas orações eram em conjunto. Nossas comidas eram mais românticas. Nossos momentos de compras eram de júbilo, pois descobríamos o melhor para a nossa casa e cada compra era celebrada com sabor da gratidão, da conquista e da satisfação.Página 228
  • Como se chama o pecado de não entregar uma oferta missionária, feito na presença dos missionários? Como se chama o pecado de dizer que a oferta será depositada no primeiro dia hábil, e esse depósito nunca aparecerem? Como se chama o pecado de entregar apenas uma parte da oferta? Cobiça avarenta? Roubo dissimulado? Mentira enganosa? Como fica aquela lei da semeadura? Tudo o que o homem semear certamente ele colherá.Página 233
  • Estimados futuros missionários e missionários em eminência, quero falar palavras laudativas, melhorativas a respeito da obra missionária, com intenção de estimular você e a nova geração de missionários a concluir a tarefa primordial de Jesus sobre a terra, a de fazer discípulos.
  • As estatísticas mostram que a cada ano precisam de 7.650 novos missionários, apenas para preencher o número de missionários que voltam prematuramente, que abandonam os campos missionários ou foram forçados a deixar por circunstâncias amargas. Sendo assim há muito espaço disponível para candidatos a missionários. Essas cifras de 7.650 retornos prematuros representam 5,1% dos 150.000 da força total de missionários. No Brasil a realidade é ainda maior, 7% dos missionários brasileiros voltam prematuramente a cada ano. Página 284
  • Missionários nascidos no século XXI deverão ser cibernautas para evangelizar com clicks, o mundo hodierno, eles ocuparão a Internet ultrarrápida, conectados nos setes continentes através dos backbones transoceânicos, cabos de fibra ótica de sete centímetros de espessura, revestidos com oito camadas como escudos capazes de transmitirem sete terabytes por segundo.
  • Missionários que cruzavam o Oceano Atlântico para chegar ao Brasil viajavam 44 dias, hoje um cruzeiro faz em apenas 14 dias ou então 12 horas de voo. Missionários virilizarão através da cibernética o Evangelho de Jesus usando aplicativos, videoconferência, Internet via rádio, a cabo e sem fio.Página 290
  • Deus não é pão-duro, mesquinho, ele não vai negar em dar um novo arco ao que estiver desmotivado, mesmo que o primeiro arco o desmotivado tenha perdido, extraviado ou deixado enferrujar no descuido, Deus tem um arco novo disponível para dar ao que necessite recomeçar a lutar outra vez. Eu tenho um arco novo, e você?
  • Pretérito é o mesmo que passado. Muitos missionários tiveram tantas decepções no passado, que seus ânimos ficaram corroídos, suas forças surradas, sua fé desgastada, suas esperanças deterioradas, seu amor abatido, suas palavras desacreditadas. Missionários esporadicamente, antes que fiquem desmotivados, precisam esvaziar coisas velhas das suas vidas, tais como provocações, ferimentos e desacertos.Página 295
  • A igreja evangélica no Brasil está com 160 anos de existência, mas só nos últimos 40 anos ela começou a fazer missões transculturais, os outros 120 anos de vida, ela foi apenas uma vinha que produzia frutos apenas para si mesma conforme diz Oseias 10.1 na versão Almeida Corrigida e Revisada. Era para ontem que as igrejas deveriam estar dando frutos para as nações, enviando missionários do mais alto padrão e da mais alta capacidade, mas as igrejas acreditam que poderão iludir o Senhor da igreja.Página 296
  • Todos os missionários precisam correr atrás de ferramentas para aplicarem em seus labores na obra de missões, nem sempre os missionários encontram bons materiais disponíveis, façam, portanto, bom uso das instruções aqui redigidas e mãos à obra por que o Senhor está nos vendo.
  • Muitas vezes fiquei insatisfeito com alguns cursos, livros e pregações sobre missões, pois suas abordagens foram superficiais, desimportantes e irrelevantes. Por esta razão pedi a Deus que meu livro fosse inspirado por ele, e como fiquei maravilhado, quando as ideias começaram a fluir, espero que as mesmas sejam úteis em vossos Ministérios.Página 308
  • A importância da Internet como ferramenta é por que todo o conteúdo missionário ao serem divulgados circulam instantaneamente pelo mundo inteiro. A Internet eliminou distâncias, economizou papéis, a Internet deu acesso às informações, comunicações e entretenimento, acrescentando conhecimento e compreensão à vida de cada um.
  • A Internet está sendo a ferramenta de divulgação mais rápida e eficaz do Evangelho, em qualquer língua sem a necessidade de conhecer os idiomas, sem estar fisicamente situados na região. Continuarei escrevendo em português, mas tenho a consciência de que os povos graças à eficiência dos aplicativos de traduções nas páginas e nos blogues poderão ler artigos em suas línguas maternas.
  • Aumentarei a quantidade de conteúdo missionário e colocarei neste universo de informações para que mais e mais pessoas tenham acesso disponível a conteúdos de qualidade através deste meio universalmente aceito por todos.Página 309
  • Todos os dias no Brasil 300 mil artigos são publicados na Internet, é um verdadeiro oceano de informações. Os missionários precisam ser o sal e a luz da Internet fazendo o equilíbrio entre o secular e o espiritual. Página 313

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *